Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

coisanen1a

Tentativamente Poesia!

coisanen1a

Tentativamente Poesia!

Boi curva fria

Já perdi o amor! Estrada fria Levou o sorriso a curva mais verdadeira Acima do sol um olhar velho vivo Sou o boi de face longínqua olho arfante Que pena! Curva fria obsequiosa!

Em tuas mãos

A noite que busco... me sinto como um leão sem amigos aquele que abre a porta e se queima no ar trigal em ventos e hortelã na boca 1 silêncio impuro, imperial entre os gomos verdes (...)

Ontem

vai e busca a estrela mais distante! vai e traz a palavra que exauriu as bocas silenciosas a luz escura: noite ou a clara pele sensível das coisas   nunca um único meio o sensível que se (...)

Tríade

Daqui cem anos o silêncio perfeito! Navio que arfa em mar sombrio Trovejante dia trovejante tarde Coração de túneis envergonhados Prendas de mãos espalmadas   Tem o dia que envelhece T (...)

Sol onze

Segue uma canção Segue um tempo Na luz pequenina Sem aparente sabor Tua nova palavra tento desdizer Um coração mais fundo que o mar Distância imensa tornou-se tempo

Nastia

Faz tempo teus olhos a sentir a razão um labirinto azulado mescla-se sentimento e som dissonante passei pela riqueza de teus ollhos a tua juventude criou um albedo onda  silenciosa caminhou no (...)

Casa

casa distante de abraços fortuitos apalvraoposta adjetivo sujo minha palavra mais que forma mais que som mais que tempo mais que expressão perfeita como surporta-se ser o mesmo a vida inteira? (...)

Obra

E caminhando e de repente no ar num pé só era fremente a me sentir feito um rio que balbucia segredos às margens lâmina de água sobre essa dor ondulante essa voz e palavras confinadas (...)

Ele

E querendo me desfazer ser definitivamente dois por um átimo pra seguir um caminho sem nunca lembrar de outro todas as forças seriam comigo pois não haveria dúvida qualquer   separaç (...)